CFMV FALA SOBRE CRISE DA CARNE DE CAVALO NA EUROPA E ALERTA PARA INSPEÇÕES NO BRASIL

Publicado: 15 de fevereiro de 2013 em AMENIDADES
Tags:, , , , , , , ,

15/02/2013
CFMV FALA SOBRE CRISE DA CARNE DE CAVALO NA EUROPA E ALERTA PARA INSPEÇÕES NO BRASIL
Devido à fraude da carne de cavalo que assombra a Europa há alguns dias, a União Européia solicitou que as autoridades sanitárias do Velho Continente intensificassem as fiscalizações. O episódio repercutiu em todo o mundo e trouxe à tona uma dúvida para muitos brasileiros: é possível que a população do nosso país também esteja consumindo carne de cavalo imaginando ser bovina? Até agora, absolutamente nada foi verificado nesse sentido. Porém, para o presidente do Conselho Federal de Medicina Veterinária, Benedito Fortes de Arruda, o ocorrido no Reino Unido, França e Suécia deve servir de alerta ao Brasil.
O presidente do CFMV esclarece que embora não haja restrição alimentar à carne de cavalo, já que ela pode ser consumida pelo ser humano, é fundamental que todo o processo de abate e produção seja inspecionado pelo Médico Veterinário, da mesma forma que ocorre com a suína, a bovina e a de aves. No entanto, Arruda endossa uma antiga recomendação do CFMV. “É mais que necessário reforçar o número de Médicos Veterinários no quadro dos órgãos de inspeção municipais, estaduais e federais, além de abatedouros e matadouros. Esse profissional é o agente promotor da qualidade dos alimentos de origem animal, sendo o único capacitado e preparado a fazer inspeções em frigoríficos e abatedouros”, defende.
Hoje, de acordo com o presidente do CFMV, o contingente de Médicos Veterinários está muito aquém do necessário para a eficiência do Serviço de Inspeção Oficial, colocando em risco a saúde da população. “O Médico Veterinário exerce papel fundamental e imprescindível, pois tem conhecimento cientifico necessário para desempenhar, com competência, as atividades em todas as etapas da cadeia produtiva da carne, desde a criação, passando pela inspeção – antes e depois do abate -, manipulação, industrialização, armazenamento, transporte e conservação nos postos de vendas, garantindo, assim, a qualidade sanitária dos produtos de origem animal”, acrescenta.
Produção brasileira
O Brasil é um grande produtor mundial de proteína animal e tem no mercado interno seu principal destino. A produção brasileira de carnes (bovina, suína e de aves) em 2012 foi estimada em 25,1 milhões de toneladas. Cerca de 75% dessa produção é consumida internamente no país. Segundo dados do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, o consumo per capita de carnes no Brasil tem aumentado ao longo dos anos, chegando a 36 kg para carne bovina; 47,1 kg de carne de aves e 14,8 kg de carne suína.

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s